Associação Planalto Central

Associação Planalto Central

Testemunho de Serviço e Voluntariado

Projetos da ADRA beneficiam pessoas em situação de vulnerabilidade social em todo o mundo

A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) é uma organização privada e sem fins lucrativos. Criada pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, ela está presente em mais de 130 países e trabalha para atender as camadas mais vulneráveis da sociedade, com o objetivo de melhorar as condições de vida de pessoas que vivem em situação de pobreza. 

No Planalto Central, a ADRA desenvolve projetos através do Centro Adventista de Desenvolvimento Comunitário (CADEC) e oferece à população carente oportunidades de inserção no mercado de trabalho por meio de cursos. Além disso, ela faz doações de mantimentos, produtos de higiene pessoal e outros itens, que são distribuídos mensalmente para pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

Esperança em meio à dor
Em Samambaia, Região Administrativa do Distrito Federal, o CADEC transforma a vida de centenas de pessoas através de sua atuação e influência. Além do alimento físico e itens básicos de higiene, o centro adventista leva aos beneficiados uma mensagem de paz, amor e esperança. 

Com uma história de vida muito sofrida, Maildes Alves, assistente social do CADEC de Samambaia, recebeu dos voluntários adventistas uma mensagem de alento e esperança em um momento de dor.

Maildes conta que na época em que estava grávida, sua mãe sofreu violência. O abalo psicológico foi tão grande que ela deu à luz um filho com deficiência. Hoje, o filho de Maildes tem 42 anos, está acamado e respira por aparelhos.

Em 2008, a assistente social trabalhava na administração de Samambaia. Ela conheceu o CADEC e fez trabalho voluntário em uma oficina de costura com a coordenadora do local, Grettel Perez. “Ela sempre me convidava para ir aos cultos da Igreja Adventista, mas eu não aceitava”, relembra Maildes. 

Oportunidade
Com o passar do tempo, a vida da assistente social tomou outra direção e ela se mudou de Brasília, mas na mesma época foi convidada para trabalhar no governo e retornou para a Capital Federal. Em uma das atividades voluntárias que ela desempenhava, conheceu o líder da ADRA para Brasília e Entorno, pastor Jeconias Neto, que a convidou para trabalhar no CADEC. 

Ao conversar com o líder, Maildes questionou: “Você sabe por que não sou adventista?” e emendou a resposta: “Porque ainda não fui convidada”. O pastor, mais do que depressa, disparou: “Então hoje você é convidada”. 

Na oportunidade, Jeconias a presenteou com literaturas cristãs e a coordenadora Grettel realizou um estudo bíblico. Como assistente social, Maildes viu na ADRA a possibilidade de aliar a profissão com sua fé, e recebeu o amparo necessário para servir a Deus.

Atualmente Maildes continua com seu trabalho no CADEC, em Samambaia, e dedica sua vida para influenciar a história de outras pessoas, por meio da justiça, da compaixão e do amor.

Clique e assista a história agora.