Associação Planalto Central

Associação Planalto Central

#GIRONAAPLAC 13/JULHO 2020

O mês de julho trouxe um período muito esperado pelos jovens: a Missão Calebe. Com a pandemia do novo coronavírus, algumas adequações foram feitas, como por exemplo, parte da programação ser realizada de forma on-line, entretanto, o projeto continua firme e forte no território do Planalto Central.

Missão Calebe é um projeto que surgiu no interior da Bahia há mais de dez anos, quando um grupo idealizou que podia contribuir com a sociedade, bastando para isso ter a coragem e dedicação à missão idealizada. O projeto ocorre em toda a América do Sul e motiva os jovens a dedicarem parte de suas férias para realizar trabalho missionário em lugares onde não há presença adventista.

Na Associação Planalto Central, cerca de 7 mil  jovens de diversas igrejas locais se dispuseram a participar desse projeto voluntário, que une serviço social e testemunho.

Acompanhe nas fotos abaixo:

  • Missionários Calebes do distrito de Alvorada do Norte se mobilizam para atender famílias carentes. Foram entregues, nesse primeiro momento, 30 cestas básicas. Amigos da igreja e estudantes da Bíblia foram beneficiados. As três equipes no distrito já ultrapassaram a marca de 90 estudos bíblicos sendo ministrados.
  • Calebes em ação no distrito Lagos. A juventude está trabalhando para ajudar o próximo e levar uma mensagem de alento às pessoas.
  • Calebes em missão em Valparaíso Sul.
  • Veja os cliques dos Calebes de Cristalina.
  • Culto de consagração dos Calebes da região de Campos Belos. Os voluntários darão mais de 150 estudos bíblicos na região.
  • Calebes da Igreja de Sobradinho.
  • O líder da ADRA de Brasília e Entorno, pastor Jeconias Neto, levou uma mensagem de amor e esperança à Igreja do Guará. Na ocasião também foi realizada a consagração dos calebes. O líder Também teve um encontro de oração de louvor a Deus pelo ministério da Colportagem
  • Veja os cliques do lançamento da Missão Calebe em Santo Antônio do Descoberto. Estudos bíblicos e orações pelo Whatsapp e  Zoom motivaram a equipe.
  • Com o objetivo de levar o evangelho aos meninos e meninas de forma atrativa e instrutiva, a Igreja Adventista do Planalto Central realizou a Escola Cristã de Férias. O programa também despertou o interesse dos pais para o plano da salvação em Cristo Jesus. Veja os cliques da programação que aconteceu on-line. A programação aconteceu de 07 à 10 de julho.
  • A Ação Solidária Adventista, a ASA, continua ajudando quem precisa neste momento de dificuldades. A Igreja do Residencial Alvorada, que pertence ao Distrito de Novo Gama, Goiás, atendeu 33 famílias, em média 100 pessoas e distribuiu sopa quentinha.
  • Ação Solidária Adventista da 22 Ceilândia Norte fazendo a diferença na vida da comunidade.
  • Integrantes de um grupo de humanização hospitalar cristão, conhecidos como Doutores de Esperança, mantidos pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), realizou no sábado, 11, uma ação para moradores em situação de rua de um assentamento de Taguatinga Sul. Cerca de 150 pessoas foram beneficiadas com banho quente, cesta básica, almoço, lanche, água, roupas e cobertores.
    A ação, que contou também com o apoio do projeto Missão Calebe e Banho do Bem. Para ver mais fotos clique aqui.
  • No último sábado, 11, mulheres adventistas de todo o Planalto Central participaram da live “Guardiã do Lar – Esposas que fazem a diferença”. A programação on-line contou com a participação da psicóloga Andreia Rojas e da líder de mulheres da APlaC, Anny Gill. Quem acompanhou a programação recebeu conselhos importantes de como agir nas dificuldades do cotidiano.
  • O presidente dos adventistas para o Planalto Central, pastor Max Schuabb, realizou algumas lives no último final de semana. O líder esteve com os membros de Ceilândia Sul e da Igreja Central de Brasília. Foram momentos de muita comunhão e adoração ao Criador.
  • Os membros de Ceilândia Norte fizeram uma visita para dona Hilda, mãe da Vitória, a menina que escreveu uma cartinha pedindo ajuda. Família linda. A equipe levou louças, panelas, roupas de bebê e roupas para as meninas. Deus seja louvado por esta ação.
  • A Ação Solidária Adventista de Águas Claras teve um sábado atípico com a organização de um depósito. A equipe recebeu doações e as distribuiu.
  • No último sábado, 11, o Projeto Maná foi pré lançado na igreja de Sobradinho. Neste ano, a equipe da Escola Sabatina incentiva de forma diferente a assinatura da lição para 2021. O lema é: “Faça sua assinatura da lição da Escola Sabatina e ganhe outra”! Os formulários foram distribuídos no culto drive-in e a equipe entregou para cada família um pãozinho, para lembrar sobre a necessidade diária do “pão espiritual”.
  • Voluntários do DF promovem a inclusão de pessoas com deficiência visual por meio do ciclismo. A ação social realizada por voluntários e ciclistas de Brasília divide uma de suas maiores paixões, o pedalar, com quem não teria como fazê-lo de outra forma. Com a pandemia, os passeios foram suspensos, então o projeto teve que ser adaptado e agora promove encontros virtuais para manter a interação entre os participantes. Muitos estão sem condições de exercer suas atividades profissionais e foram afetados pela crise causada pela covid-19. Para amenizar essa situação, os voluntários da “ADV na Trilha” se reuniram para arrecadar alimentos e entregar cestas básicas. Essa visita teve a participação do Adventist Motorcycle Ministry (AMM), que apoiou a iniciativa.
  • O líder da ADRA de Brasília, Jeconias Neto, recebeu representantes do SENAI para a análise da parceria com a unidade móvel de profissionalização de venezuelanos em samambaia.
  • O Lucas recebeu estudos bíblicos de integrantes do Ministério Carcerário quando estava preso, mas não quis ser batizado. Quando ganhou sua liberdade, começou a fazer parte do clube do livro do egresso. E a equipe continuou estudando com sua família. Sua esposa também ficou presa por quase dois anos e saiu já há algum tempo. A Palavra de Deus e do Espírito Santo fez a obra no coração dessa família e agora eles farão parte da família de Cristo. O discipulado começa onde o preconceito termina.