Associação Planalto Central

Associação Planalto Central

Testemunho Culto Familiar

O altar dentro de casa

O culto familiar é o momento devocional que ocorre nos lares cristãos. Ele desempenha importante papel na integração da família e no crescimento espiritual das pessoas e, consequentemente, da igreja. Porém, com a correria do dia a dia, muitas famílias deixam essa prática de lado. 

A fim de despertar nas famílias a importância do culto familiar diário, o Ministério da Criança, a Associação Planalto Central (APlaC), sede administrativa da Igreja Adventista para Brasília e entorno, desenvolveu um projeto que incentiva pais a dedicarem tempo de qualidade com seus filhos na devoção familiar.

Educação para a eternidade

Neuzeli Ribeiro é pedagoga e atua voluntariamente como professora dos juvenis na igreja adventista que frequenta. Ela também desenvolve atividades como líder do Ministério da Criança e do Espírito de Profecia. Em seu trabalho com os pequenos, ela incentiva o culto familiar, com o intuito de conscientizar as famílias sobre a importância de realizar o estudo da Bíblia de forma sistemática e também sobre como os pais podem usar o exemplo para influenciar positivamente a educação dos filhos.

Tal prática já acontece na casa de Neuzeli, que é casada com o contador Marcelo Ribeiro. O casal tem duas filhas, Isadora, de 11 anos, e Bianca, de 9. Em 2016, eles sentiram a necessidade de intensificar as atividades do culto familiar em casa. “Recebi um chamado de Deus. Reduzi minhas atividades profissionais e meu foco tem sido esse todos os dias. Deus abriu os nossos olhos para que pudéssemos nos envolver de corpo e alma na educação para a eternidade da nossa família”, destaca a pedagoga.

Dinâmica familiar

Na família Ribeiro, o culto familiar é dinâmico e interativo. As filhas têm seu momento devocional antes do culto com toda a família. Assim que acordam pela manhã, as meninas estudam a lição da Escola Sabatina, a Bíblia e os livros cristãos escritos por Ellen White.

Logo após, todos se reúnem em um lugar preparado especialmente para o momento de contato íntimo com Deus. Músicas, reflexões e muita interação fazem parte dos momentos de adoração da família Ribeiro. “Estudamos a Bíblia, a natureza, a experiência do dia a dia e o trabalho útil. Sendo assim, tentamos integrar esses quatro pilares”, conta Neuzeli.

A oliveira

A família também estuda textos bíblicos e tira lições práticas para a vida cotidiana. Um exemplo disso é o estudo da árvore oliveira, que é mencionada na Bíblia e se tornou reflexão para eles. A família nota a menção da árvore na história de Noé, quando ele soltou uma pomba de dentro da arca, no fim do dilúvio, e esta retornou com um ramo de oliveira no bico. Há os frutos da árvore, a maneira como é produzido o azeite de oliva, a relação com o Monte das Oliveiras, entre outras menções. “Com este estudo bem interativo as meninas anotam as curiosidades e as comparações. Também estudamos na língua inglesa, uma oportunidade de trabalharmos outro idioma”, enfatiza a pedagoga.

Com essa criatividade, as meninas afirmam participar com alegria desses momentos que, segundo elas, é especial. As filhas do casal Ribeiro também tocam instrumentos e decoram versos bíblicos durante a semana.

Sexta-feira especial

O ponto alto da semana é o culto de pôr do sol na sexta-feira, quando a família se prepara para receber o sábado. Os agradecimentos realizados durante a semana são colocados diariamente num pote que é aberto apenas nesse dia.

Os resultados dessa dedicação têm surtido efeito. “Muita coisa mudou, como a nossa união em família e o exemplo refletido nas atitudes das meninas. O amor e a amizade delas com Jesus também se tornou mais real”, conclui Neuzeli.